Agora, as compras de supermercado estão diferentes: veja como ficar seguro e ser responsável, de acordo com especialistas em saúde.


Ficar em casa o máximo possível é a melhor maneira de impedir a propagação do COVID-19, mas certas tarefas (incluindo compras de supermercado e compra de medicamentos) são essenciais, nem sempre conseguimos pedir tudo pelo aplicativo. Aqui, especialistas em segurança alimentar e microbiologia explicam como encher a geladeira, o freezer e a despensa da maneira mais segura possível.

Atenção, compradores: não pegue, a menos que tenha certeza do que está comprando. Seu dever mais essencial como humano agora é ficar em casa o máximo possível para ajudar a retardar a propagação do novo coronavírus. Portanto, antes de mergulhar em nossas dicas de supermercado seguro, vale a pena repetir: “A coisa mais importante que podemos fazer para impedir uma pandemia é praticar o distanciamento social na maior extensão possível. Lavar as mãos sempre que estiverem sujas e lavar e / ou higienizar as mãos quando você acha que pode ter germes nas mãos são definitivamente melhores práticas ”, diz Donald Schaffner, Ph.D., professor de microbiologia de alimentos da Rutgers University, em Nova York. Brunswick, Nova Jersey.

Dito isto, com os pedidos de quarentena impostos por alguns estados, negócios essenciais, incluindo supermercados e farmácias, permanecem abertos. E você tem que comer ... e de preferência comida saudável para ajudar a sua imunidade.

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) relata que, “Atualmente não há evidências de que embalagens de alimentos ou alimentos estejam associadas à transmissão do COVID-19”, portanto, não é necessário temer a segurança do conteúdo das embalagens. É mais sobre os indivíduos na loja. Schaffner e Natalie Seymour, são de uma extensão de estudos de segurança alimentar na North Carolina State University em Raleigh, Carolina do Norte.

COMPRAR EM HORÁRIOS RESERVADOS

O vírus se espalha através de gotículas respiratórias, e isso é uma preocupação para muitas pessoas próximas ”, razão pela qual muitos supermercados estão reservando a primeira ou duas horas do dia para permitir que compradores mais velhos e imunocomprometidos comprem em condições menos movimentadas. 

Seja um comprador responsável e não faça visitas durante esse horário reservado, a menos que você se enquadre nessa categoria de risco.

Vá sozinho, limite visitas, tenha uma lista.

Como “o maior risco de se contrair o COVID-19 durante as compras vem de outras pessoas, a melhor estratégia de compras é ir ao supermercado com uma lista e uma ideia clara do que você deseja comprar. Selecione itens da maneira mais rápida e eficiente possível ”, diz Schaffner.

A melhor maneira de se preparar é criar um plano de refeições para as próximas duas semanas, fazer uma lista e tentar obter tudo em uma única viagem. E então, seja eficiente. "Muitas pessoas podem ser compradores por esporte mas agora não é o momento. Cumpra um plano para que você não fique em público por mais tempo do que o necessário ", diz Seymour. "Se puder, vá sozinho ou com o menor número possível de pessoas."

COMPRE ON LINE SE POSSÍVEL! 

As opções de compras on-line, encomendar antecipadamente e só retirar ou entregar as compras em sua casa, são uma maneira inteligente de limitar o risco, especialmente se você ou alguém da sua casa estiver em uma desses grupos de risco. Se você está infectado e ainda não sente (assintomático) ou conhece (você está na incubação, também conhecido como estágio pré-sintoma), isso evita que você exponha centenas de pessoas ao estar em uma loja.

“A entrega ajuda no distanciamento social e na redução de pontos de contato que podem impactar você e outras pessoas. Pense da seguinte maneira: se a cada hora 100 pessoas entram em uma mercearia, isso significa que 100 pares de mãos tocam superfícies, carrinhos, cestas e leitores de cartões ”, diz Seymour. "Se 10 dessas 100 pessoas solicitarem a entrega ou optarem por um serviço de assinatura de alimentos, isso significa que há 10% menos volume de pessoas na loja e menos pessoas em contato com superfícies".

A pessoa que coleta as compras no seu pedido já está na loja e provavelmente é obrigada a lavar as mãos, usar desinfetante para as mãos com frequência e ficar em casa se tiverem sintomas.

Se você pode se dar ao luxo de usar um serviço de entrega faça e diminua os riscos de se contaminar ou contaminar alguém. Planejar com antecedência compensa mais uma vez: não espere até o dia em que você precisa de mantimentos para fazer o pedido. 

Se realmente precisar sair, mantenha a distância social de no minimo 1 metro de outros compradores, “isso provavelmente significará que suas compras levará mais tempo, mas dará espaço às pessoas ”, diz Seymour.

Use os toalhetes desinfetantes

A maioria das lojas agora oferece toalhetes antibacterianos perto das portas, carrinhos e cestas. Pegue uma toalha e faça bom uso. (E tome nota desta importante etapa para garantir que a limpeza seja a mais eficaz possível na eliminação de germes.)

“Use toalhetes nas alças do carrinho ou da cesta, se estiverem disponíveis, e se não estiver, esfregue o desinfetante para as mãos na superfície”, diz Seymour. Outra opção: calçar luvas enquanto faz compras.

USE ANTIBACTERICIDA! 

A maioria das lojas agora antibactericida perto das portas, carrinhos e cestas. Pegue uma toalha e faça bom uso. (E tome nota desta importante etapa para garantir que a limpeza seja a mais eficaz possível na eliminação de germes.)

“Use para limpar as alças do carrinho ou da cesta, se estiverem disponíveis, e se não estiver, esfregue o desinfetante nas mãos e depois na superfície”, diz Seymour. Outra opção: usar luvas enquanto faz compras.

LAVE AS SUAS MÃOS!

Aplique álcool de 70% ao entrar na loja, antes de tocar no leitor de cartões na fila do caixa e ao voltar para o carro. “Tente o seu melhor para tocar apenas os itens que você planeja comprar e não  tocar na boca, nariz ou rosto. Se estiver usando uma cesta, feche suas próprias mãos, ou com um carrinho, tente manter as mãos na alça do carrinho desinfetada ”, sugere Seymour. Em seguida, lave as mãos quando chegar em casa e quando terminar de desempacotar suas compras.

NÃO COMPRE EM EXCESSO! 

Mesmo nos países mais atingidos, os supermercados permaneceram abertos durante toda a pandemia. Portanto, obtenha apenas o necessário para cada planejamento. Isso permitirá que a cadeia de suprimentos e o supermercado acompanhem a demanda para que todos possam comprar seus itens essenciais e não haja elevação de preços por conta da alta demanda de alguns itens. 

A única vez que sugerimos comprar mais do que o que está na sua lista: se você estiver comprando itens para outra pessoa enquanto estiver fora. Considere fazer compras para outras pessoas enquanto faz compras para si mesmo, especialmente se você tem amigos, familiares ou vizinhos que correm risco de doenças graves.

Acima de tudo, não vá à nenhum lugar se tiver sintomas ou se achar que foi exposto ao vírus. Solicite a entrega, ligue para um amigo ou vizinho, poste nas mídias sociais para obter ajuda, faça o que puder para ficar em casa.

Fique Bem, Se puder fique em casa!

E não esquece de dar prioridade para o comércio do seu bairro.

Um grande abraço a distância.

Equipe Blooming & me

 

 


1 comentário


  • Gizelma

    Muito boa essas dicas👏👏obg


Deixe um comentário


Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados